Você sabe para que serve um formato de documentos ?

Para quem quiser entender de forma bem simplificada o que é um formato aberto de documentos e quais os benefícios do ODF, recomendo a leitura desta entrevista que dei hoje à Daniela Braun do IDG-Now!

Ela conseguiu resumir muito bem mais de 40 minutos de conversa sobre o tema, e gostei muito do resultado final.

Bom final de semana a todos...
Saiu o resultado: Não com comentários técnicos...
É com grande alegria que escrevo este post, alegria maior por me sentir livre novamente para escrever no meu blog...

Ao invés de escrever aqui um grande manifesto de vitória, gostaria de deixar aqui um manifesto de agradecimento.

O voto do Brasil é o resultado de um maravilhoso trabalho de equipe e me sinto muito honrado por ter participado (mesmo que o resultado final fosse outro, estaria honrado da mesma forma).

Este resultado foi alcançado graças ao trabalho e a dedicação de muitas pessoas que de forma direta ou indireta dedicaram o seu tempo a análise técnica da especificação proposta, deixando muitas vezes de lado a própria família, os compromissos pessoais, os finais de semana (acho que nem lembro como surfa mais) e quase todos os outros raros momentos de lazer que temos para contribuir com a discussão.

O agradecimento é maior a todos os profissionais que trabalharam diretamente no GT2 da CE 21:34 da ABNT, que como lembrou o Furusho da CELEPAR, correram até risco de vida para poder levar o trabalho à diante (uma parte considerável das pessoas estava no aeroporto de Congonhas no dia do acidente com o avião da TAM, pois uma de nossas reuniões foi realizada em São Paulo naquele dia). Citando ainda o Furusho, não somos marionetes...

Espero que esta mobilização toda em torno do tema não se perca nos próximos meses, pois o que fizemos ali nada mais foi do que dar a contribuição brasileira para uma fundamental discussão de norma técnica internacional para o setor de TI. Sem uma participação efetiva nesse setor, contribuindo com o desenvolvimento efetivo de normas internacionais que reflitam também os interesses da sociedade brasileira, não poderemos jamais ter sucesso no mercado global de TI.

Considero este passo apenas o primeiro dos muito que são necessários para que o Brasil tenha a posição de destaque no setor de TI, honrando assim o esforço dos milhões de jovens que estão nesse momento em bancos universitários se capacitando para atuar no setor no Brasil, e honrando ainda os esforços de todos aqueles que já deram (e ainda dão) a sua contribuição efetiva para isso.

Acredito que a diferença do nosso povo está na coletividade, e não na individualidade e por isso, agradeço a todos que fizeram parte do time (e convido aos que não fizeram, que participem dele).

Termino com uma pequena reflexão, que não sai da minha cabeça desde que se encerrou a reunião de terça... ás vezes, David derrota mesmo Golias... Sou Brasileiro, não desisto nunca !!!
[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Informática e Internet, Música, Games